Páginas

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Falta da vacina Onco BCG

Arbitrariedade: A carta de esclarecimento do sr. Tiago de Oliveira (1.º/11), da Assessoria de Comunicação Social do Instituto Butantan (1.º/11), confirma a arbitrariedade da decisão tomada pelo Butantan em relação à venda da vacina Onco-BCG. A afirmação de que o mercado e a população foram notificados não oferece nenhuma indicação de como isso foi feito. Enquanto o Instituto Butantan é um órgão da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, a Fundação Ataulpho de Paiva é uma ONG, portanto, sem as atribuições e responsabilidades de um órgão estatal como o Butantan. Como se explica que um Estado governado por um ex-ministro da Saúde permita que um medicamento dessa importância, que estava disponível ao preço de R$ 2,50 a ampola, passe a custar R$ 117 ou mais, dependendo da distribuidora? Como foi estabelecido o nível de dois salários mínimos para os que poderão continuar a adquirir o medicamento por R$ 2,50? Quais foram os critérios para a escolha dos distribuidores comerciais? Em nossa assim chamada “democracia”, os governantes, nossos servidores, continuam ignorando que seus atos têm de ser transparentes. (Comentário feito por um leitor do Estado de São Paulo)

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Vídeo para o Concurso Cultural Estrela



Estou concorrendo com este vídeo a uma máquina fotográfica digital co concurso cultural da estrela. São 100 cameras fotográficas, por isso acredito que terrei grandes possibilidades de ser um dos ganhadores. Vamos aguardar os resultados. Hoje é o último dia para postar o vídeo. Acabei de fazer esse agora.

domingo, 10 de agosto de 2008

Chegou a Máquina de Lavar (Promoção Brilhante)


Chegou na sexta-feira a máquina de lavar que eu ganhei na promoção da Brilhante. Muito legal ela. Já até usei. Eu tenho um tanquinho, mas o bom da máquina é que além dela lavar também centrifuga. A roupa já sai praticamente seca...

video

Minha vida de volta


video

No dia em que eu tive alta, foi como se de repente eu tivesse recebido a minha vida de volta. Foram dez longos dias de internação, praticamente sem ver a luz do sol ou qualquer outro tipo de movimento, a não ser a rotina do hospital. Foi barra. Mutio difícil mesmo dessa vez.

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Sonda de Foley


SONDAGEM VESICAL

Quando a urina não pode ser eliminada naturalmente, deve ser drenada artificialmente através de sondas ou cateteres que podem ser introduzidos diretamente na bexiga, ureter ou pelve renal. A sondagem vesical é a introdução de uma sonda ou cateter na bexiga, que pode ser realizada através da uretra ou por via supra-púbica, e tem por finalidade a remoção da urina. Suas principais indicações são: obtenção de urina asséptica para exame, esvaziar bexiga em pacientes com retenção urinária, em preparo cirúrgico e mesmo no pós operatório, para monitorizar o débito urinário horário e em pacientes inconscientes, para a determinação da urina residual ou com bexiga neurogênica que não possuam um controle esfincteriano adequado.


A sondagem vesical pode ser dita de alívio, quando há a retirada da sonda após o esvaziamento vesical, ou de demora, quando há a necessidade de permanência da mesmo. Nestas sondagens de demora, a bexiga não se enche nem se contrai para o seu esvaziamento, perdendo com o tempo, um pouco de sua tonicidade e levando à incapacidade de contração do músculo detrursor; portanto antes da remoção de sonda vesical de demora, o treinamento com fechamento e abertura da sonda de maneira intermitente, deve ser realizada para a prevenção da retenção urinária.


Veja fonte da pesquisa


Como dói essa sonda. Não quero assustar aqueles que porventura tenham que usá-la, mas a sensação é horrível mesmo... Um pequeno balão de ar é inflado dentro da bexiga, para evitar que ela saia espontanêamente ou se desprenda da uretra. E eu acredito que é justamente esse balão é que dá a sensação de bexiga cheia, e vontade de urinar constante. Se eu forçar como se fosse fazer xixi, machuca e sangra. E dói, dói muito mesmo nessa hora. O pior mesmo é na hora de evacuar, daí não tem como não forçar a bexiga. É involuntário... Volto ao médico amanhã para a primeira avaliação pós-cirúrgica, e espero que esta sonda seja retirada.


segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Chegou o Kit CLOSE UP !...

Mais um concurso ganho. Chegou hoje o Kit de Pastas de dente da Close -Up. É a segunda vez que ganho este mesmo kit. Muito bom. Amo muito tudo isso!... Ganhar prêmios é bom demais!

video

domingo, 3 de agosto de 2008

Espelho Retrovisor

Era uma quinta-feira, e eu ia passar por uma consulta de rotina: Dr. José Freitas, urologista. Fui muito bem atendido por ele, bem até demais... Tanto que ele de certa forma me amedrontou: " O seu caso é uma caso delicado, é uma vida que está em jogo. Se você não correr contra o tempo, as coisas podem se tornar difíceis para você. Está difícil o agendamento de consultas pelo convênio, as cirurgias estão lotadas. Você vai ter que brigar para poder ser atendido, e precisa estar fazendo essa cirurgia no mais tardar até meados de Agosto. Se fosse num outro órgão do corpo, talvez você pudesse aguardar um pouco, mas com um cancer de bexiga a gente não pode brincar..." - Ele me deu uma carta de encaminhamento com urgência, para que eu procurasse a equipe de urologia do Hospital Itamaraty e fosse enviado o mais rápido possível para a cirurgia. Tentei marcar uma consulta por telefone ( na Green Line as consultas só são marcadas pelo telefone - numa Central de Atendimento). A menina que me atendeu foi muito educada, porém me disse que só teria vaga para o final de Agosto. Expliquei minha situação a ela, de que eu tinha um cancer e que uma espera demorada por uma consulta poderia significar a morte, mas ela foi categórica e irredutível. Disse que entendia a minha situação, mas que infelizmente não poderia fazer nada. Eu respondi que não, que ela não entendia o que eu estava passando. Perguntei a ela: "O que é que eu faço então, fico aqui esperando pela morte?" Comecei a chorar no telefone, e de certa forma acredito que o meu pranto a comoveu de alguma maneira, pois instantes depois ela conseguiu marcar uma consulta para o dia 7 de Agosto. Muito longe ainda, teria que esperar duas semanas. Na batalha contra o cancer um dia pode significar muito.

No dia seguinte fui ao Hospital Itamaraty tentar passar por um urologista. Levei a carta do Dr. José Freitas, pois se não acreditassem em mim pelo menos acreditariam num doutor. Que nada! O encaminhamento de urgência do meu médico de nada adiantou. A atendente da Green Line me disse que todos os médicos marcam "URGENTE" mesmo. Fiquei sem saber o que fazer... Dei a volta e fui ao Pronto Socorro, e pedi para passar com um clínico geral. Expliquei a ela a minha situação, de que eu tinha que correr contra o tempo para tentar resolver a minha situação. A médica que me atendeu disse que não podia fazer nada, que ela não tinha o poder de resolver um problema administrativo do Hospital. Foi então que os meus olhos se encheram de lágrimas, e eu fiquei ali parado, com os meus olhos fixos nos dela sem dizer palavra alguma. As lágrimas rolaram sem que eu pudese evitá-las. Sensibilizada ou não, não sei, a médica decidiu me encaminhar para uma avaliação de um urologista. Por sorte havia um no hospital naquele instante, que olhou os meus exames e disse: - "Interna ele". E eu fui internado.

Quando a gente se encontra internado os procedimentos são acelerados. Rapidamente foram pedidos novos exames, pois o médico que me avaliou achou que uma ultrosonagrafia de um mês atrás não servia mais. Ele queria saber a situação do tumor no estágio atual, não no mês de Maio. Fiz um novo ultrason e novo hemograma, além do tradicional exame de Urina I que sempre me é solicitado. Sexta, sábado e domingo... Três dias se passaram. Segunda feira eu estaria entrando no Centro Cirúrgico para fazer a RTU (Resecção Tumoral). Bola fora. Minha uretra estava estreitada, e o médico não conseguiu realizar a cirurgia. Nem me lembrei de avisá-lo de que eu tinha ese problema de estreitamento uretral, e o tiro acabou saindo pela culatra. Teriam que refazer todo o procedimento numa outra ocasião. A angústia me corroía por dentro. Foi-me colocada uma sonda para ajudar na dilatação, e eu teria que aguardar mais alguns dias.

Sexta-feira à noite fui outra vez encaminhado ao Centro Cirúrgico para a RTU, e desta vez a cirurgia foi feita. Aquilo que não era meu e não me pertencia foi mais uma vez arrancado de mim. No meio de inúmeras batalhas vencidas e perdidas, marquei mais um ponto a meu favor. Estou em casa agora, apesar de ainda estar com a sonda para urinar (dói e incomoda), mas esses últimos dias foram para mim como que uma lição de vida. Vi coisas e conheci pessoas que lutam pela vida como se esta fosse o bem mais precioso que alguém pudesse ter - E realmente é! A vida é um milagre inimaginável do qual poucos se dão conta dele, e que na maioria das vezes nos esquecemos de agradecer a Deus por esta dádiva.

sábado, 2 de agosto de 2008

O valor da vida

video

Vi esse vídeo no YouTube, e ele praticamente traduz tudo o que eu gostaria de dizer. Fiquei internado no Hospital Itamaraty por oito dias, onde fui submetido a uma nova cirurgia (RTU de bexiga). Passei dias difíceis, e tal experiência prometo contar nos próximos dias. Por hoje gostaria de deixar apenas esta mensagem, que mexeu muito comigo.


Enya - May It Be