Páginas

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Fugit irreparabile tempus


Foge o tempo irreparável. O tempo passa rapidamente e que não devemos desperdiçá-lo. Tento me lembrar disso, mas na prática tudo o que tenho feito é jogar o meu tempo fora com coisas fúteis, ou simplesmente dormindo sem ânimo de levantar da cama. Praticamente abandonei esse blog. 

Sim, eu ainda estou vivo! Passei por maus bocados, fiz uma cistectomia radical para a retirada completa da bexiga e agora uso um "brick" para coletar a urina, que é fixada na minha barriga com cola cirúrgica e que tenho que trocar a cada 3 dias. Preciso retomar a minha história de onde parei, contar todos os detalhes que fizeram com que eu sobrevivesse. Estou em falta com meus leitores. Muitas pessoas com problemas semelhantes ou parecidos me procuram, deixam recado no meu facebook (no orkut pouco tenho entrado). 

Nesse meio tempo perdi dois meio-irmãos. Foi outro grande baque. Mas mesmo que trincado, a vida não conseguiu me estilhaçar. Vai fazer um ano que fiz a tal da cirurgia. Foram dia horríveis, que nem gosto de lembrar. Mas preciso enfrentar os meus medos, afinal posso me considerar um vitorioso.


A fase atual é de exames. Os médicos precisam saber como eu estou. Tenho medo. Protelei, dei tempo ao tempo. Tive depressão. Nem mesmo a força e o apoio dos amigos conseguiram fazer eu me sentir melhor. Amigos presenciais, amigos virtuais... Durante o tempo que fiquei acamado fiz alguns amigos pelo mundo afora. Tinha uma família inteira orando e torcendo por mim lá no Paquistão. Ms isso fica para uma outra postagem à parte. 
video

ABOUT BEAUTY

May beauty be below me 
(Pode ser que a beleza esteja em baixo de mim)

May beauty be above me 
(Pode ser que a beleza esteja acima de mim)

May beauty be behind me
(Pode ser que a beleza esteja atrás de mim)

And may beauty be all around me 
(e pode ser que a beleza esteja em todo o meu redor)

2 comentários:

Andréa disse...

Que felicidade, Marcos! Meu coração bateu mais forte em saber que você está vivo!!!! Torço muito por você. Felicidades e fé, Amigo. Deus está presente!

Márcio Costa disse...

Meu amigo. Não o conheço. Não sei de onde vens ou para onde vais. Perdoe-me se sou indiscreto. Mas aprendi alguma coisa em minha vida. Sei que o medo é como uma labareda a nos queimar aos poucos. Uma tortura infindável que não tem término. Mas posso dizer meu amigo que só Deus tem a palavra final. Continue sua caminhada mesmo com medo. E não tenha preconceito quanto a palavra morte. Pois nossa cultura envolve esta palavra com uma terrível escuridão. Todos nós iremos encontra-la. Mais cedo ou mais tarde. E não é motivo de medo. Pois é somente uma passagem para um lugar da onde nós vivemos. Este mundo material não é o nosso lugar. Não sei em que vc acredita. Mas lido com esse outro lado todos os dias da minha vida. No começo foi muito difícil porque sempre tive muito medo. Hoje me acostumei. Falo com essas consciências fora do corpo, e este (o corpo) é somente uma máquina que usamos. Nós não somos isso. Tudo que lhe foi ensinado desde pequeno talvez não esteja certo. Abra a sua mente e não tenha medo do desconhecido. Mas continue a sua luta que Deus não abandona ninguém. Lembre-se que não é prêmio permanecer neste mundo de dor e sofrimento. Por isso os bons vão primeiro. Todos nós vamos, sem excessão. Uns mais cedo, outros mais tarde. Não estou sendo pessimista com você. Só estou dizendo que não há motivo para ter medo. Boa sorte meu amigo. Parabéns pela coragem e que Deus lhe abençoe . Um amigo.